show de prêmios acib

Buritis Agora - Notícias de Buritis e região

Ariquemes: Jovens são presos por tráfico de drogas depois da PM receber denúncias em Ariquemes, RO

PM encontrou uma porção de maconha ao abordar dupla na frente da casa e encontrou outras porções e dinheiro no imóvel. Conversas sobre venda de droga foi vista em celular de infrator.

G1 Ariquemes e Vale do Jamari

17/09/2018 12h58

Um jovem de 20 anos e outro de 25 anos foram presos na manhã deste domingo (16) por tráfico de entorpecentes em uma residência localizada no Setor 6, em Ariquemes (RO), no Vale do Jamari.

Segundo a Polícia Militar (PM), a prisão aconteceu após receberem várias denúncias que havia um comércio de drogas no imóvel. Porções de drogas, itens para embalar os produtos e dinheiro foram apreendidos no local.

De acordo com o boletim da ocorrência, uma guarnição fazia patrulhamento próximo ao local em que foi recebido várias denúncias de venda de drogas, quando viram os dois suspeitos na frente da residência e um deles saiu correndo para dentro da casa.

A PM fez a abordagem na dupla e ao questionar sobre o motivo do jovem ter corrido, ela não soube dizer. O outro rapaz foi perguntado sobre a venda de drogas, mas apresentou nervosismo ao dizer que não tinha envolvimento com o fato.

Durante a revista pessoal, os militares encontraram uma porção de maconha com um dos infratores, mas eles disseram que não havia droga dentro da casa e autorizaram a entrada da polícia para fazerem as buscas.

Dentro do imóvel a PM encontrou mais três porções de maconha, além de um rolo de papel filme, uma balança de precisão e R$ 325,70 em espécie.

Ao verificarem o telefone celular do rapaz de 25 anos, os policiais encontraram conversas em um aplicativo de mensagens com o infrator negociando drogas e um usuário perguntando se podia o entorpecente no imóvel.

Diante do fatos, os dois infratores foram encaminhados até a Unidade Integrada de Segurança Pública de Ariquemes para prestarem esclarecimentos ao delegado de plantão. Todos os materiais apreendidos e os celulares dos suspeitos foram apresentados na Unisp.

Da Costa - LARGE