Buritis Agora - Notícias de Buritis e região

Polícia prende dupla acusada de matar comerciante durante roubo em Porto Velho

Suspeitos foram presos por policiais da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Patrimônio.

jornalrondoniavip

15/09/2020 20h30

Polícia prende dupla acusada de matar comerciante durante roubo em Porto Velho

Após uma intensa investigação, policiais da Delegacia Especializada em Crimes Contra o Patrimônio, coordenados pelo delegado Marcelo Resem, conseguiram prender Júlio César da Silva, 19 anos, e Carlos Vinicius Santos do Nascimento, 21 anos, apontados como os autores do roubo seguido de morte praticado contra o comerciante Fernando Lopes Trindade, 60 anos. O corpo da vítima foi encontrado na tarde de segunda-feira (14) em uma residência na Rua Lotus, Bairro Castanheira, na Zona Sul de Porto Velho.

Eram por volta das 12 horas de segunda-feira quando a Polícia Militar foi acionada por um familiar de Fernando informando que teria encontrado o corpo do idoso amarrado dentro de sua própria residência. Os policiais foram até o local, constataram os fatos e acionaram a equipe da Delegacia de Crimes Contra o Patrimônio. O trabalho rápido da Patrimônio teve o apoio da Delegacia de Combate a Corrupção (Decor).

No local, os investigadores constataram os criminosos teriam roubado uma grande quantia em dinheiro e duas motocicletas. A vítima foi amarrada e morta por asfixia.

Rapidamente as investigações iniciaram e os policiais descobriram que a dupla estava escondida em um hotel, localizado no distrito de Jaci-Paraná. Em um vídeo divulgado nas redes sociais, Júlio Cesar aparece dançando e comemorando o crime no quarto do hotel.

Assista:



Os investigadores se deslocaram até o hotel e flagraram os criminosos com as duas motocicletas roubadas do comerciante, o aparelho celular de Fernando e com cerca de R$ 30 mil também roubados da vítima.

Ainda no quarto do hotel, os policiais encontraram alguns objetos que os criminosos já haviam comprado com o dinheiro roubado de Fernando. A dupla confessou o assassinato da vítima.

Questionado, Carlos Vinícius relatou aos policiais que morava com Fernando desde o ano passado.

Os dois foram encaminhados para a delegacia, onde ficaram à disposição da justiça.

 


Fonte:Rondoniagora

SICOOB AMAZONIA