Buritis Agora - Notícias de Buritis e região

SICCOB AMAZONIA 02

Realize o sonho da sua graduação com a gente: Estude na Unicesumar

BuritisAgora

13/08/2019 21h29

O que é um plano de carreira?

Quando se trata de planejar os próximos passos na vida profissional, o plano de carreira é uma das principais ferramentas. Ele funciona como um guia cujo roteiro descreve o caminho para você chegar onde deseja.

Assim, o plano ajuda as pessoas a crescer na carreira e ser bem-sucedidas em suas áreas de atuação.

Esse passo a passo do desenvolvimento profissional pode ser elaborado de duas maneiras: individualmente ou em conjunto com as empresas. Em ambos os casos, é preciso ter bem claro qual é a situação em que você se encontra, formação acadêmica, habilidades, experiência profissional, entre outras características.

A partir daí, fica mais fácil traçar os objetivos de carreira, qual caminho percorrer e o que será preciso fazer para chegar até lá. Quando o plano é elaborado pela empresa, são identificados todos os critérios necessários para o colaborador ocupar uma posição ou exercer uma função diferente, receber uma promoção etc.

Saiba que o mais importante não é estar totalmente preparado para topar novos desafios. Trata-se de ter consciência sobre como escolher as melhores formas de se desenvolver na carreira e adquirir as habilidades indispensáveis.

Mas isso tudo não deveria ser óbvio?

Na maioria das vezes, não. Isso porque, para que uma verdadeira evolução aconteça, são necessários elementos difíceis de ser identificados.

Por exemplo, todo mundo sabe que investir em qualificação é fundamental para a carreira, certo?

Porém, nem sempre as pessoas sabem qual é a qualificação mais adequada para exercerem a profissão que desejam.

O sucesso depende de investimentos em desenvolvimento feitos de forma consciente. Assim, você consegue adquirir os recursos mais poderosos para atingir as metas mais desafiadoras.

Por que planejar a vida profissional?

Na vida pessoal, praticamente todas as grandes realizações demandam planejamento. Pense em situações que envolvem um grande esforço, investimento e tempo, como a compra de uma casa ou de um carro, fazer uma festa de casamento, a chegada de um novo membro da família etc.

Plano de carreira - futuro

Para que tudo isso seja realizado sem grandes dificuldades, planejar todas as etapas é fundamental. E não seria diferente na vida profissional. É por isso que o plano de carreira ajuda você a correr atrás dos seus sonhos de maneira eficaz, evitando diversos obstáculos no meio do caminho.

Veja, a seguir, quais são os principais benefícios de planejar o futuro profissional.

Alinhar a carreira com os planos de vida

Foi-se o tempo em que décadas trabalhando na mesma empresa era sinônimo de sucesso profissional. Como o mercado está cada vez mais dinâmico, é normal as pessoas mudarem de emprego. Mas isso não quer dizer que você deva seguir a direção dos ventos.

Com a transformação do próprio conceito de carreira, as pessoas podem buscar trabalhos que estejam alinhados com os planos de vida delas.

Em vez de deixar um emprego definir o seu rumo, o plano de carreira permite a você encontrar as posições ideais no mercado de trabalho. Ou seja, que estejam de acordo com os seus valores e com o lugar que você deseja ocupar enquanto profissional.

Foco

Se você tem se sentido frustrado ou perdido ao final de um dia de trabalho ou da semana, talvez isso seja um sinal de que você precisa traçar novos objetivos para a sua vida. Ter um plano ajuda as pessoas a estarem focadas em alguma coisa. Além de trazer mais satisfação para o dia a dia, tal planejamento colabora para que você saiba o que fazer daqui para frente.

Destaque frente aos concorrentes

Ao se candidatar a uma vaga, você certamente já foi questionado sobre os motivos pelos quais você gostaria de ser contratado. Para os recrutadores, a busca por uma nova posição está longe de ser um motivo de diferenciação.

O destaque se dá quando eles veem que o candidato tem um plano de carreira e os objetivos vão ao encontro das oportunidades da vaga oferecida pela empresa. Isso faz toda a diferença nos processos seletivos das organizações.

Controle da ansiedade

Ninguém mais duvida hoje que a ansiedade é um dos maiores males do século. As incertezas em relação ao futuro é um dos motivos que fazem as pessoas ficarem cada vez mais ansiosas.

Embora seja impossível ter absoluta certeza de estar no caminho certo, o plano de carreira diminui a angústia em relação ao futuro.

Decisões conscientes

Quem nunca se arrependeu de ter feito uma escolha errada ou ter sido influenciado por outros? Assim como na vida pessoal, os rumos da vida profissional podem ser comprometidos por decisões precipitadas. Ao ter clareza sobre o lugar que você quer ocupar e em que tipo de empresa gostaria de trabalhar, você se tornar capaz de tomar suas próprias decisões.

Como as empresas podem ajudar

Um dos grandes desafios enfrentados pelas empresas atualmente é a alta rotatividade de colaboradores. Isso porque diversos fatores influenciam a motivação para alguém continuar a trabalhar em uma empresa. Mais do que um salário atrativo, as pessoas buscam organizações que as ajudem a se desenvolver de maneira contínua.

Diante disso, o plano de carreira funciona como uma grande vantagem para as empresas que valorizam os colaboradores. Acima de tudo, o planejamento deve permitir o crescimento mútuo, ou seja, tanto da empresa quanto do funcionário. Portanto, um ajuda o outro.

Nesses casos, os gestores da empresa precisam avaliar as potencialidades dos membros da sua equipe e verificar como elas podem ser aproveitadas pela organização. Ao mesmo tempo, é preciso identificar também quais são os pontos fracos e como a empresa pode ajudar os colaboradores a suprirem suas carências.
Plano de carreira - dicas para o futuro

Assim, as equipes ficam mais motivadas e as chances de deixar o emprego diminuem. Além disso, o plano de carreira demonstra que o empregador se importa com o seu capital humano. Os resultados também melhoram pelo fato de as equipes estarem alinhadas às estratégias de negócio da empresa.

É claro que todo o processo de elaboração do planejamento deve ser feito de maneira conjunta, sempre envolvendo discussões sobre as expectativas de todos. De nada adianta, por exemplo, a empresa traçar metas que o colaborador não possa executar. 

6 dicas para elaborar um plano de carreira

Ficou com vontade de fazer o planejamento da sua vida profissional? Veja algumas dicas que vão ajudar você a elaborar o seu plano de carreira:

1. Conheça a si mesmo

Comece olhando para dentro de si mesmo porque, antes de definir as suas metas, você precisará se conhecer melhor. Para isso, faça uma lista de perguntas para servirem de guia nesse processo de autoconhecimento. Veja algumas sugestões:

  • O que você gostaria de fazer profissionalmente?
  • Qual é o tipo de empresa dos seus sonhos?
  • O que você entende por um bom ambiente de trabalho?
  • Quais funções você gostaria de desempenhar?
  • Como você pretende conciliar o trabalho e a vida pessoal?
  • Onde você se vê no futuro?

Tais perguntas podem até mesmo ajudar você a escolher o curso de graduação que mais tem a ver com o seu perfil, caso não tenha começado a faculdade. E, claro, elas funcionam como ponto de partida na hora de traçar os próximos passos.

2. Defina as metas e objetivos

Embora esta pareça ser a parte mais óbvia do planejamento, saiba que é preciso tomar alguns cuidados importantes. Você deve, sim, ser otimista e traçar objetivos com os quais sempre sonhou. Por outro lado, ser realista e ter os pés no chão são atitudes cruciais para manter a motivação.

De nada adianta traçar metas difíceis demais de serem atingidas. Elas devem ser alcançáveis e ter um prazo para serem cumpridas. Se você é estagiário, por exemplo, conseguir um cargo de liderança em alguns anos é algo raro de acontecer. Porém, ser efetivado na empresa é um objetivo que você pode atingir em um curto prazo de tempo.

Pense na sua atual situação na hora de definir metas para a sua carreira. Por mais difícil que seja, tente não se comparar aos outros. Os seus objetivos profissionais devem fazer sentido para você e não para a avaliação de sucesso de outras pessoas.

3. Identifique suas principais competências

A elaboração do plano de carreira envolve a avaliação de habilidades e competências que você possui. Elas atuam como grandes responsáveis pelo alcance das metas estabelecidas. Aqui, geralmente a maior dificuldade é saber por onde começar.

Uma sugestão é partir da função que você pretende exercer. Quais competências são relacionadas ao cargo pretendido? Quais delas você já possui? Há outras habilidades que precisam ser desenvolvidas para atingir seus objetivos? Estas são algumas perguntas para nortear essa etapa do planejamento.

Feito isso, você poderá pensar no que precisa fazer para desenvolver as habilidades e competências necessárias para ascender profissionalmente. Talvez você tenha que investir em formação, cursos, treinamentos e até mesmo ter outras vivências.

 

4. Crie um plano de ação

A etapa mais importante para colocar o planejamento em prática é a criação do plano de ação.

Ele serve de suporte para você mensurar e acompanhar o seu próprio progresso profissional. Sem ele, fica complicado avaliar o andamento do plano de carreira e fazer as adaptações necessárias para que ele funcione.

Trata-se de algo simples, que pode ser feito no formato de tabela. Em uma coluna, você coloca todas as suas metas e objetivos. Na coluna ao lado devem estar as ações necessárias para que eles sejam alcançados. E na terceira, o prazo para a conclusão das ações.

5. Capacitação e atualização no mercado

Independentemente da área de atuação, o aprendizado faz parte de todo o caminho percorrido pelos profissionais bem-sucedidos. Mesmo aqueles que conseguem abrir grandes negócios e assumir os cargos mais altos nas empresas nunca param de estudar, aprender e aperfeiçoar as habilidades.

Ainda que você esteja se saindo bem e alcançando suas metas mais desafiadoras, não deixe de investir no seu próprio aprendizado. O mercado é dinâmico e você deve estar sempre preparado para não ser pego de surpresa. Adquirir novos conhecimentos e competências é sempre algo positivo para o crescimento tanto profissional quanto pessoal de qualquer um.

6. Faça adaptações

É preciso ressaltar que o plano de carreira não é algo linear. E, sendo assim, não se trata de seguir um único caminho, pois o futuro é imprevisível. Durante o percurso, muitas coisas podem acontecer na empresa em que você trabalha na sua vida pessoal e no país que terão impacto no seu rumo profissional.

Um objetivo de longo prazo, por exemplo, talvez deva ser repensado quando uma meta de curto prazo não for atingida. Isso não é necessariamente algo ruim e você não deve ter receio de cometer erros ou de ter que criar novas estratégias de carreira.

Fazer ajustes de tempos em tempos é fundamental para o plano funcionar. Até os seus sonhos podem mudar e isso é mais do que normal. As mudanças devem ser encaradas como melhorias que contribuirão para você chegar onde quer.

Está pronto para criar o seu plano de carreira?

Você deve ter notado que o plano de carreira vai além da simples definição dos rumos profissionais. Ao elaborar esse tipo de estratégia, fica mais fácil ter uma visão do futuro, refletir sobre o que você realmente valoriza e definir objetivos alinhados a sua essência.

Aproveite as dicas apresentadas aqui e dê o melhor de si mesmo! Com certeza, elas te ajudarão a ter o foco, disciplina e determinação necessárias para concretizar o que você deseja para a sua vida profissional.

Para isso, lembre-se de se comprometer com o que você incluiu no seu plano de carreira. Não deixe de cumprir os prazos, colocar as ações em prática e reavaliar-se constantemente. Afinal, ficar parado no mesmo lugar esperando que as coisas aconteçam não combina nada com sucesso.